Contemplado pelo edital Programa Monumenta/UNESCO, de 2007, e realizado por meio de associação entre o Centro de Memória Digital e o Museu de Arte Sacra de Ouro Preto (Paróquia de Nossa Senhora do Pilar), Museu Virtual de Ouro Preto constitui exposição virtual permanente do acervo artístico e cultural da cidade. Tour virtual apresenta modernos recursos de tecnologia digital - navegação em 360 graus, imagens 3D e animações digitais – com informações baseadas em pesquisa histórica especializada, tornando possível a observação de aspectos imperceptíveis, a olho nu, de detalhes das igrejas, das imagens e de seus altares.


Coordenado pelo Ministério da Cultura, o Projeto Resgate de Documentação Histórica Barão do Rio Branco (Projeto Resgate) foi criado institucionalmente, em 1995, por meio de protocolo assinado entre Brasil e Portugal no âmbito da Comissão Bilateral Luso-Brasileira de Salvaguarda e Divulgação do Patrimônio Documental (COLUSO). Desde 2003, o Centro de Memória Digital, em parceria com o Ministério da Cultura e patrocínio da Petrobras, desenvolve o portal oficial do Projeto Resgate, disponibilizando on line banco de dados com 117.158 documentos históricos (1.098.535 imagens) alusivos à história brasileira procedentes do Arquivo Histórico Ultramarino de Lisboa.


Textos de autoria de Antônio José Barbosa, Celso Silva Fonseca e Marcos Magalhães, mais de 1.300 imagens em alta definição, 25 animações com elaborado design gráfico e trilha sonora apresentam leitura em formato digital da História do Senado na História do Brasil, de suas origens aos dias atuais. Lançado em 2008 na forma de um kit de três CD-ROMs em bonita embalagem, acompanhado de libreto com cronologia ilustrada da História do Poder Legislativo, História do Senado Brasileiro é fruto de parceria do Centro de Memória Digital (CMD) com o Senado Federal.


Parceria do Centro de Memória Digital com o Senado Federal, Salão de Humor da Constituinte integra as comemorações dos 20 anos da promulgação da Constituição de 1988. Reúne os principais trabalhos dos chargistas mais destacados do país produzidos no período da Constituinte de 1987/88: Chico Caruso, Paulo Caruso, Claudius, Henfil, Ique, Spacca, Miguel Paiva, Hilde Weber, Lan, Glauco, Gougon, Kacio, Lopes, Novaes, e Oscar. A edição eletrônica foi financiada com recursos do Programa Petrobras Cultural.

Todos os direitos reservados - Universidade de Brasília - Ministério da Cultura